VOCÊ CONHECE O TEATRO BRINCANTE?

Após escrever post “tristes”, hoje escreverei um post de esperança, luta, vitórias, enfim de vida!!!!!!!!

Todas as quartas das 18 as 22, tenho aulas, encontros neste espaço mágico, onde o aprender é lúdico, prazeiroso e EFICAZZZZZZZZ! Além de aprender o conteúdo proposto, aprendo a ser uma brasileira melhor, mais cidadã, mais consciente, pois qdo sabemos ,conhecemos nossas origens, fica mais fácil entender as diferenças e as semelhanças desse Brasil e assim ser mais tolerante.Lá tenho encontro semanais com minha alma e as vezes não é fácil , porém tem sempre alguém disposto dar a mão nesta empreitada e isso facilita as coisas.

Aprendi sobre coco, cavalo marinho, a festa do divino, brincadeiras comuns as crianças do Brasil, confecção de máscaras, brinquedos, adereços. Tudo q pode ser usado como recurso pedagógico nas escolas, comunidades E PODE AUXILIAR NO DESENVOLVIMENTO DO SER HUMANO COMO UM TODO!

Meu desejo foi compartilhar com vcs essa alegria, essa felicidade.Logo abaixo tem um resumo que foi retirado do p.p site do Brincante, por isso tá entre aspas, cortei algumas coisas, mas o texto é do Marcelino Freire. Para saber mais é só entra no http://www.teatrobrincante.com.br

Esta sou eu sou.Bem feliz após ter pintando meu primeiro lenço.É bem assim que me sinto no Brincante.

Bom feriado.bjs. Simone

“A HISTÓRIA DO BRINCANTE
[Ou a história de uma fábrica de lustres
que virou o Espaço Brincante
que virou o Teatro Brincante
que virou o Teatro Escola Brincante
que virou o Instituto Brincante
que virou um Ponto de Cultura

Essa história começa no ano de 1992, no bairro da Vila Madalena, em São Paulo, numa rua chamada Purpurina. Local em que foi dar um dia, à porta, uma famosa dupla de artistas. Que ainda não era famosa. Era, apenas, obstinada. O nome da dupla: Antonio Nóbrega e Rosane Almeida. Um casal de brincantes. Ele, ator, músico e dançarino. Ela, dançarina, atriz e malabarista.
Um espaço para alojar a alegria brasileira, digamos. Foi assim que a fábrica de lustres virou, depois de alugada e de uma boa reforma, o Espaço Brincante.
O Brincante, esse espaço que virou teatro que virou teatro escola, passou a ser chamado de Instituto Brincante. Como Instituto, fica ainda mais fortalecida a idéia de valorizar a cultura popular brasileira, em todas as suas manifestações.
Inclusive, e principalmente, formando educadores-brincantes que façam dessas manifestações instrumentos importantes para a educação e para o entendimento mais profundo do nosso país.
O Instituto, agora através de seu estatuto, poderá ampliar suas ações. Desenvolver novos e maiores projetos.
Logo ele que também virou um centro de referência mundial da cultura brasileira.
O Ministério da Cultura também percebeu isso e apontou o Brincante como um Ponto de Cultura. Nas palavras do Ministério, “um agente cultural que articula e impulsiona um conjunto de ações em suas comunidades.Como Ponto de Cultura, o Instituto Brincante pretende atender arte educadores da rede pública de ensino, em São Paulo, durante os próximos dois anos.
Sem contar a criação de um centro de estudos e pesquisa para o ensino e a prática de uma linguagem brasileira de dança.”

Anúncios

Se junte à conversa

12 comentários

  1. Si, que lugar mais interessante e cheio de histórias. Esse lugar brincante desse ser mágico mesmo.

    Que bom que você o encontrou e que está te fazendo bem.

    O lenco é lindo e lindo foi o meu que vc pintou e já o usei muitas vezes, pois vc sabe como é por aqui,rs.

    Grande beijo e boa semana

  2. Olá simone!

    Mas que coisas bonitas há por aqui!…

    E que lindo o lenço!

    Tambem a Simone está linda na foto…

    Um grande abraço
    viviana

  3. Oi Simone, gostei do novo endereço do seu cantinho. E tanto para comentr. primeiro: ser ocntadora de histórias já é um trabalho para la de bom para ajudar a combater o analfabetismo (especialmente o funcional, que abordei la no meu blog). Segundo, este espaço brincante parece superinteressante. Pena que não moro mais ai pertinho… Antes morava! (bemmmmm antes!). Terceiro: desiste não da adoçao. Quer dizer, acho que devia-se fazer um movimento desburocrtizacão adotiva – concordo com você, é preciso cuidar para evitar descaminhos, mas também… Um pouco de bom senso iria bem junto às autoridades burocráticas! demoram tanto que as crianças crescem e fica difícil achar família! Bzus, boa semana reluzante, coragem para sua amiga. ethel
    PS: Aviso esperança aos navegantes: o cancer é hoje uma doença bem controlável. Tem que enfrentar de frente, cabeça erguida! E fazer uma rede de apoio, para entender a revoluçao que passa na cabeça nestas horas!

  4. Vim agradecer a doce visita e dizer que seu Blog é muito bom!! Um show de cultura e informação. Continue escrevendo. Obrigada pela visita.

  5. Ei Simone!!!
    Vim retribuir a visita!!
    Mneina!! Adorei seu cantinho!!!
    E te achei muito linda!! Sorriso encantador!! Traz uma sensação de paz!!
    Obrigada pela visita lá no meu cantinho.. volte smepre.. venha tomar um café com pão e de queijo!!
    Ah! O lenço é linnndo!!
    beijossssssss

  6. Bom ter contato com gente como a gente! Tô meio cansada de encontrar gente que pensa as avessas na educação. Valores deturpados. Origens perdidas. Ler sobre sua vivencia me dá ânimo pra continuar sendo brincante, a vida toda. Sou do Rio, mas um dia farei o curso do Brincante para professores!
    Tive a felicidade de fazer umas oficinas com um ex- aluno do Brincante, e amigo de Lydia Hortélio! Aqui no Rio! Um óasis, podemos dizer!
    E uso, e abuso do cd Abre a roda tindolelê com todos os meus alunos, de ed. infantil. Me sinto uma educadora privilegiada!

    Abraços, Roberta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: